Habitação com dignidade no Recanto das Emas

Primeiros sete conjuntos do empreendimento Remas atingem 33% de execução; local contará com 530 apartamentos destinados à política de habitação do GDF

“Vai mudar tudo”. É assim que Eliana Vargas, contemplada com uma das 530 unidades habitacionais que estão sendo construídas no empreendimento Remas, definiu o que vai acontecer com a sua vida quando receber as chaves do seu novo lar. Os sete conjuntos com obras em andamento, que abrigarão 160 apartamentos, já estão com 33% de execução.

Além das casas, o projeto prevê toda a infraestrutura da região | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A construção do Remas, localizado na quadra 117/118 do Recanto das Emas, começou em março do ano passado, fruto de uma parceria do Governo do Distrito Federal com 24 cooperativas habitacionais. O residencial vai atender a habilitados das faixas de renda 1,5 (R$ 1.800,01 a R$ 2.600,00) e faixa 2 (R$ 2.600,01 a R$ 4.000,00) cadastrados junto à Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).

“O valor que eu pago de aluguel hoje em dia é maior do que o que eu irei pagar de mensalidade do apartamento”Eliana Vargas, futura moradora do Remas

Foi o caso de Eliana, prestadora de serviços gerais de 46 anos de idade. Ela mora em Ceilândia Norte e relata que, há 30 anos morando no DF, nunca teve casa própria. “Sou mãe solteira, meus três filhos estão na faculdade e ainda não trabalham, então a única fonte de renda da casa é minha. O valor que eu pago de aluguel hoje em dia é maior do que o que eu irei pagar de mensalidade do apartamento”, conta.

Ela não esconde a felicidade de, em breve, poder estar com as chaves do seu novo apartamento nas mãos. “Vou pagar por um bom tempo, mas a minha casa vai ser minha. Agradeço muito à Codhab, ao GDF por fazer isso acontecer, e à cooperativa por ter me dado essa oportunidade”. A expectativa da companhia é entregar as primeiras unidades aos beneficiários nos próximos meses.

R$ 2,3 milhõesé o valor investido na construção das 530 unidades habitacionais do Remas

As unidades terão 51,44 metros quadrados e serão compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. O investimento total na construção das 530 unidades habitacionais, divididas em 24 conjuntos, é de mais de R$ 2,3 milhões, verba oriunda do Programa Minha Casa Minha Vida. Além das obras de habitação, o projeto também prevê infraestrutura – água, esgoto, drenagem de águas pluviais, energia e iluminação pública, já executada pelo GDF.

O presidente da Codhab, Wellington Luiz, destacou o esforço feito pelo governo para realizar as entregas em um período tão difícil para todos os moradores do DF. “Foi uma determinação do governador Ibaneis que essas unidades sejam entregues o quanto antes, principalmente dentro da necessidade do momento, por conta da pandemia”, ressalta. “Estamos dando dignidade, respeito e segurança para essas pessoas”.

Fonte: Agência Brasília

About Goiás em Notícias

Check Also

Goiânia busca talentos em processo seletivo para trabalhar na prefeitura

Processo seletivo está disponível para 16 cargos na Secretaria de Prioridades Estratégicas. Inscrições seguem até …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *