Projeto apoiado pela Emater incentiva produção de grãos agroecológicos em Anápolis

Produção se dá sem utilização de sementes transgênicas, defensivos e adubos químicos

O projeto de Produção de Grãos em Sistema Agroecológico se iniciou em 2019, a partir de parceria estabelecida entre o Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agroécuária (Embrapa), unidade Arroz e Feijão, e a Associação de Produtores Agroecológicos de Anápolis e Região (Aproar). Através da Emater, técnicos da Embrapa entraram em contato com produtores, propriedades e o trabalho desenvolvido na Feira Agroecológica (FeAgro). Eles consideraram que o ambiente possuía as condições adequadas para implantação do projeto e, desta forma, a colaboração se constituiu.

Após as reuniões necessárias ao estabelecimento das parcerias com as entidades envolvidas e a seleção de produtores, foram iniciadas as fases de campo, com a inserção de áreas com adubação verde (crotalária, feijão Guandu e milheto), visando posterior cultivo de feijão. Todo o processo se deu pelo sistema agroecológico, ou seja, sem utilização de sementes transgênicas, defensivos e adubos químicos prejudiciais ao meio ambiente e a saúde dos consumidores.

O objetivo do projeto é promover a inserção da produção de grãos em sistema agroecológico em uma comunidade de agricultores familiares de Anápolis e região. Foram disponibilizadas informações sobre práticas e tecnologias produzidas na Fazendinha Agroecológica da Embrapa, prontas para adoção pelos produtores da Aproar. O plantio de grãos nas propriedades ocorreu por meio de tecnologia para cultura de milho verde e feijão. As áreas utilizadas se encontravam em pousio (descanso), após cerca de três anos de cultivo com hortaliças.

Segundo o engenheiro agrônomo da Emater, Álvaro Gonçalo Rodrigues, o plantio do feijão foi considerado um enorme sucesso. “O nosso produtor de Gameleira de Goiás, o Edson, ficou muito animado e está plantando novamente, em área maior para comercialização normal na nossa feira agroecológica. A aceitação do consumidor foi excelente.” Recentemente também foi iniciado o plantio do arroz por parte dos produtores.

A Feira Agroecológica onde os produtos são comercializados completou 6 anos em Janeiro deste ano. Ela ocorre às terças-feiras, das 16h às 19h, no Feirão Coberto do Bairro Jundiaí, em Anápolis. Anteriormente, a feira era realizada no Parque Ambiental Ipiranga, que esteve interditado devido à pandemia de coronavírus.

Na primeira safra foram utilizadas seis cultivares de feijão para avaliar o comportamento produtivo nas áreas plantadas, com o manejo mais próximo possível daquele que o agricultor já estava acostumado. Todos os tratos culturais foram aplicados de acordo com as recomendações para produção orgânica. “Quem disse que não é possível produzir sem defensivos?”, acrescenta Álvaro Rodrigues.

FONTE: EMATER-GO

About Goiás em Notícias

Check Also

Goiânia busca talentos em processo seletivo para trabalhar na prefeitura

Processo seletivo está disponível para 16 cargos na Secretaria de Prioridades Estratégicas. Inscrições seguem até …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *